O hardcore elegante

Se antes a peça era sinônimo de rebeldia e falta de sofisticação, hoje ela é essencial para todas aquelas que querem estar na moda sem deixar de ousar no visual. Já faz tempo que a calça de couro deixou de incorporar looks pesados e saiu das pernas dos roqueiros para fazer parte do guarda roupa das mais elegantes mulheres. Fashionistas de todo o mundo estão aderindo ao visual e abusando da peça para criar looks cada vez mais inusitados.

Versátil e trazendo sempre um ar sensual, a calça de couro skinny chega para substituir a calça jeans como grande curinga no inverno, tornando peças básicas como camisas brancas, camisetas, tricôs e blazers extremamente modernos e elegantes.

Além do mais, com a ajuda de uma bela maquiagem e de alguns acessórios, pode ser facilmente transferida do dia para a noite. Para um visual ainda mais elegante, aposte nos modelos de cintura alta e combine com um blazer mais certinho. Ah, e não esqueça do salto alto!

Se você ainda acha que a calça de couro preta é muito pesada para você, seu problema chegou ao fim: a moda permite o uso de peças em várias cores, seja vermelho, marrom, branco e até azul. A tendência é ousar!

O vai e vem dos clássicos

Nós, mulheres, achamos uma delícia encontrar no guarda-roupa uma peça antiga e usá-la como se fosse um achado vintage. Imagina só, sem gastar dinheiro você já está na moda. Petit poá, coletes jeans e saias  longas voltaram com tudo na moda das últimas coleções. Às vezes, dá até para personalizar aquela peça velha e transformá-la de acordo com a nova época. Aquela jaqueta jeans surrada pode virar um lindo colete neo-nostalgia se cortar as mangas. E as camisas com estampas, que antes eram consideradas “bregas”, hoje estão com tudo no mercado de moda. Agora é, de verdade, a vez das camisas!

Estampas
Tem de Floral, bolinhas, o chamado full print monocromático – que são várias imagens de coqueirinhos, patinhos, coraçõezinhos – lisas, coloridas, sóbrias, e outras. “Em países tropicais, como o Brasil, as opções são diversas e podem mexer com o lúdico dos fashionistas”, explica Caroline Sresnewsky, head designer, durante a Palestra “Street Style Feminino e Masculino”. Sem esquecer que combinam com tudo também, muitas vezes criando texturas bem interessantes quando misturadas com jeans, couro ou renda, por exemplo.

Cortes
Lisas, com bolsos, fendas, mullets – em que a parte de trás é mais comprida –. O importante é que sempre tem alguma que combina com você e seu estilo, deixando o seu armário com cara de clássico e o melhor: gastando pouco com uma peça que pode dizer ser atemporal. E aí, já escolheu a sua?

Metal no Armário

Depois de tanto tempo procurando uma boa produção no guarda-roupa, acontece sempre a mesma história: nada ficou bom. Pior é que o bonitão está esperando na sala e, com certeza, bastante impaciente. Então, nestas horas, o melhor é dar uma glamourizada, apostando em detalhes em metal. Uma camisetinha com jeans, ganha cara de balada com um sapato dourado, por exemplo.

Quem não quiser investir em uma peça, pode optar pelo caminho dos acessórios, com brincos, pulseiras e até relógio. A tendência dos metalizados já é febre entre as brasileiras e promete durar mais algumas estações. Então, para quem já curtia um brilho, pode abusar sem medo!

Hoje dá até para encontrar tricôs – que também são aposta garantida para este inverno – com detalhes em paetês, e fica um charme quando o brilho aparece conforme a pessoa se movimenta. Como tudo o que é novo pode causar estranhamento, investir primeiro nos detalhes é recomendado, e depois a passagem para peças mais chamativas será fácil!

O bacana é que o metalizado em detalhes dá um upem qualquer produção, e se usado com alguns cuidados, pode ser válido para qualquer ocasião e ambiente, mesmo em looks inteiros.

O poder do vermelho

Tem quem associe o vermelho ao amor e à paixão, tem quem ache que ele é sinônimo de sensualidade e poder. Independente das milhares de opiniões, não há como negar que uma mulher de vermelho recebe olhares aonde quer que ela vá. Segundo um estudo feito com homens nos Estados Unidos e na Austrália, a cor vermelha é a que chama mais a atenção do olhar masculino.

Na pesquisa, eram mostradas fotos de mulheres vestidas de diversas cores diferentes. Quando perguntados com qual delas eles preferiam sair, o resultado foi quase absoluto: a moça de vermelho!

Mas não vá achando que a partir de agora pode usar e abusar da coloração durante todos os momentos do dia. Muito pelo contrário, para vestir algo na cor vermelha é preciso seguir algumas regrinhas. E claro que nós, do Armário Feminino, te ensinamos.

1. Por ser uma cor bem chamativa, tome cuidado para não deixar o look muito exagerado. Aposte em algumas peças na coloração e use outras em cores mais opacas.

2. Se a sua roupa for inteira vermelha, o ideal é usar uma maquiagem mais sóbria e um batom em um tom mais nude. Agora, se é o look que está clean, o batom vermelho é muito mais que bem vindo. Nada é mais elegante e sexy do que uma boca nesta cor.

A bolsa certa

Aquela regra de combinar o sapato com o cinto e a bolsa não é mais obrigatória, e muito menos utilizada por todas as mulheres. Mas, mesmo sabendo que hoje as combinações podem ser das mais diferentes e divertidas, muitas ainda sentem dificuldade na hora de escolher a bolsa todos os dias. Claro que o Armário está cheio delas, mas parece que falta o look ideal para cada uma. Algumas dúvidas são normais nesta hora, por isso preste atenção em você e na sua roupa, estes serão os primeiros indicadores para a decisão final.

Bolsa proporcional
Leve em conta que o objeto não pode ser tão diferente de você. O seu estilo deve contar muito, mas o seu tamanho também. Para as baixinhas não é aconselhado o uso de bolsas muito grandes – e o contrário vale para as muito altas, que podem abusar dos tamanhos e usar bolsas com as alças mais compridas. É importante prestar atenção na largura do acessório, principalmente quando for usada na transversal (estilo carteiro), pois se for muito larga, vai aumentar o volume no quadril.

Trabalho versus Noite
Quando o foco é o dia a dia, as bolsas de tamanho médio são as ideais. Isto porque têm o tamanho certinho para caber tudo o que vai precisar, deixando todos os objetos bem organizados e o estilo pessoal não se perde. Já para a noite, Fernanda aconselha usar bolsas menores, que caibam só o necessário – como celular, documentos, dinheiro e maquiagens para retoque – e te deixem mais à vontade para curtir a saída.

Está bombando!
Todas as estações têm aquele modelo que enche as prateleiras das lojas. O hit do momento (que começou a dar o ar da graça há algumas estações) é a Birkin Inspired, modelo de bolsa grande e funcional da marca Birkin que ganhou várias peças inspiradas em cores e materiais diferentes.

De olho na proteção

Ninguém merece querer aqueles óculos escuros irresistíveis que a Prada acabou de lançar e não ter uma viagem marcada para comprá-lo mais barato, ou aquele conhecido para trazer do free shop. A verdade é que muitas vezes, mesmo comprando fora do país, os preços ainda são muito altos e salgados para o nosso bolso. E então, aquela barraquinha com os mesmos modelos a R$ 15 parece ser a melhor opção e fica difícil passar sem levar nenhum. Mas será que realmente vale a pena? Levando em consideração o lado da saúde, optar por estes modelos está fora de cogitação, já que a maioria dos óculos vendidos em camelôs não possui a proteção que o olho precisa. “É imprescindível que os acessórios tenham lentes de qualidade. Além da proteção mecânica, os óculos com proteção UV filtram os raios nocivos protegendo o cristalino e a retina (partes fundamentais do olho)”, explica Marcelo Campos, oftalmologista do Centro Completo de Oftalmologia, HCO, em Minas Gerais.

E pior: eles ainda podem prejudicar a sua visão. “Quando se usa óculos escuros, a pupila dilata, o mesmo que acontece quando estamos em um ambiente escuro ou quando anoitece. Se os óculos escuros não possuem proteção contra os raios ultravioletas, há o aumento da penetração dos raios UV, o que pode causar ceratite, queimadura na córnea, gerando sintomas de dor e irritação, além de aumentar as chances de se desencadear catarata e degeneração da retina”, alerta Campos. Para não passar por isso, a dica é procurar uma ótica especializada e adquirir um bom óculos com lentes que realmente protejam.