Em Breve! Canal de Vídeos
 


Seu bebê mais relaxado


Mesmo com a saúde de seu bebê em ordem, a massagem pode ser um complemento para o bem estar da criança, além de ser um momento único e saudável de aproximação entre mãe e filho, ou em algumas vezes, de pai e filho. “A massagem é importante tanto para o bebê quanto para a mãe, pois traz um contato entre mãe e filho, reproduzindo um vínculo muito forte entre os dois, melhorando assim os objetivos da massagem”, diz Talita Parada, massagista.

A finalidade dos movimentos é relaxar, estimular a circulação, adquirir resistência no organismo, tranquilidade no sono, melhorar cólicas intestinais e estimular o desenvolvimento psíquico. A técnica mais usada para bebês é a Shantala, procedimento indiano importante para a família inteira, já que proporciona enorme interação e troca de afeto entre todos. Para a criança, o toque traz a lembrança dos movimentos de quando estava no útero, desse modo ele se sente seguro e protegido. “Ao ser tocado, o bebê percebe o quão é amado, e assim desperta a sua confiança, relaxa e acalma, além de também aliviar as cólicas e reduzir as prisões de ventre”, completa Talita.

A Shantala é realizada por um membro da família que deverá despir o bebê e sentar no chão sem contato direto com o solo, ou seja, deverá sentar em um colchão ou colchonete, com as pernas esticadas, costas eretas e ombros bem relaxados. A criança deverá ser posicionada sob a perna do massagista. Essa técnica pode ser feita todos os dias e intensificada conforme o crescimento da criança, podendo chegar a mais de meia hora por sessão.

Em relação aos óleos para aplicar durante a massagem, opte pelos naturais, que são compostos de lavanda ou calêndula.






Foto: StockPhotos
 
Siga-nos no Instagram
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas