Em Breve! Canal de Vídeos
 


Drinques para a felicidade

Além do champanhe, é preciso pensar em cada detalhe quanto às bebidas do casamento, e assim deixar todos os convidados satisfeitos

Organizar uma festa de casamento não é nada fácil. Todos os detalhes são imprescindíveis e devem ser pensados com calma. Desde a decoração, até as músicas, e passando por itens fundamentais como as bebidas. Uma festa sem boas opções para os convidados se refrescarem e até ficarem mais “soltos” pode virar forte motivo de críticas no “pós-party”.

Para escolher quais tipos de bebidas devem fazer parte do menu no seu casamento, é preciso levar em consideração diversos detalhes, como a estação do ano em que a festa irá ocorrer, o horário e o local, além, é claro, do tamanho do seu bolso. Alguns buffets incluem no preço as bebidas e deixam a cargo do cliente a escolha ou vendem em consignação uísque, vinhos e champanhe.

De acordo com a ocasião
Coquetéis coloridos, de frutas, com belas misturas e apresentações tradicionais ou inovadoras, chamam bastante a atenção dos convidados e podem ser uma alternativa interessante ao vinho, uísque ou champanhe de marca no início da festa, principalmente se o casamento ocorre em épocas quentes do ano, ou em locais como casas de praia ou sítios com piscinas.

Nos períodos mais frios do ano, vinhos são uma boa pedida, principalmente se forem escolhidos de acordo com os pratos servidos durante o almoço ou jantar. Para isso, você pode contar com a ajuda de um sommelier: especialista em vinhos. “É preciso ficar atento à qualidade das marcas. Não precisa ser as mais caras, mas escolher qualquer vinho pode gerar algumas críticas dos convidados mais aficionados pelo assunto”, afirma Kátia Costa, da Tembui Eventos, uma das principais organizadoras de casamentos em São Paulo.

Seguindo os convidados
Se você conhece um pouco do gosto dos amigos e parentes que irão à sua festa, especialmente dos homens, pode servir sem errar uma quantidade generosa de uísque e cerveja – desde que sejam de boa qualidade. Mas para satisfazer a todos, é preciso lembrar também dos que não bebem álcool. Ter coquetéis sem álcool, sucos e refrigerantes é fundamental.

Outra bebida que não pode faltar numa festa de casamento é o champanhe. “Não são todos os convidados que gostam de degustar um espumante durante toda a noite. É uma boa pedida comprar o suficiente apenas para o momento do brinde dos noivos”, finaliza Kátia.





Foto: Juan Antonio Capó
 
Siga-nos no Instagram
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas