Em Breve! Canal de Vídeos
 


Vestida para malhar

Além de perder os quilinhos indesejados, as academias também servem para desfilar novos modelitos

Faz tempo que roupa de academia era sinônimo de calça de moletom e camiseta velha. Hoje, as roupas são tão bonitas quanto aquelas que usamos para sair, além de contarem com as novidades tecnológicas, como tecidos com maior aderência e que permitem ao corpo melhor transpiração. Sem contar que a procura por novas vestimentas para malhar movimenta aproximadamente 60 bilhões de reais por ano, com a venda de tops, shorts, macacões e calças leggings, de acordo com dados da Abravest (Associação Brasileira do Vestuário).

Mesmo lindas, o mais importante é que as roupas de academia sejam leves, confortáveis e que proporcionem mobilidade para a prática de todos os exercícios. Geralmente, os tecidos são bastante elásticos, e por isso, ficam colados ao corpo, realçando as curvas, mas também realçando as imperfeições.

Na hora de escolher sua roupa para malhar é importante identificar pontos fortes e pontos fracos de seu corpo. Por exemplo, mulheres com pernas grossas devem optar por calças escuras e mulheres com pernas finas podem escolher calças de moletom ou outros tecidos de cores claras.

Já para quem tem busto grande, a melhor opção é o top ou camisetas bem justas, que dão boa sustentação ao seio. Quem está acima do peso deve investir em roupas de cor escura, como preto e azul marinho e evitar modelos de calças com elástico na cintura, estampas ou cores vivas.

Destaque na passarela marombada
As principais tendências nas academias são as estampas, como animais e florais. Os macacões, justíssimos, são uma boa opção para as mulheres que desejam modelar o corpo. Também são encontrados nas academias os meiões e o “tapa-bumbum”, produto que substitui camisetas e moletons que eram amarrados na cintura para disfarçar o quadril e esconder o “cofrinho”.


Foto: Divulgação
 
Siga-nos no Instagram
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas