Em Breve! Canal de Vídeos
 


A natureza mais perto de você

Os jardins externos ganham cada vez mais força em casas e áreas de convivência dos residenciais e são ótimos lugares para reunir amigos e familiares

Muitos sonham em ter uma casa grande, com um espaço de convivência para receber as pessoas amadas, o que claro, inclui um jardim. Porém, esse local já não é mais exclusivo de quem mora em casas grandes. O jardim valoriza a residência e a torna mais bonita.

Em casas e condomínios residenciais ou comerciais que tenham áreas livres no entorno, é possível criar jardins externos através de um projeto paisagístico. Este plano deve levar em conta o estilo arquitetônico do ambiente, o clima predominante, as características do solo, a topografia, a disponibilidade hídrica, a beleza das plantas e a presença de crianças, adultos ou animais domésticos. Por isso, é sempre mais fácil contar com a ajuda de um profissional.

De olho na temperatura
O clima, por exemplo, influencia diretamente na escolha das flores. De acordo com Ana Munhoz, responsável pelos projetos da empresa Ana Jardins, é importante observar o clima de sua região. “Outro fator também importante é a quantidade de luz disponível no local do jardim”, afirma Ana. Em ambientes de sombra, a mais recomendável é a Pacova, que gosta de pouco sol. Licualas e Latanias são palmeiras baixas que ficam muito bem em jardins, assim como as Bromélias. As plantas de sol, como Palmeiras e Fênix, as frutíferas, como Jabuticabeira, Romã, Laranjinha e Limoeiro, e as tropicais, como a Alpínia, são perfeitas para fazer parte dos jardins.

A manutenção deve ser periódica, de acordo com a necessidade e tamanho do local. Segundo o jardineiro Francisco Reis, na profissão há mais de 40 anos, ervas daninhas, cochonilhas e pulgões são as pragas mais comuns. “Estes tipos de pestes aparecem facilmente nos jardins residenciais, mas podem ser evitados com o mínimo de manutenção”, afirma Reis. Muitas empresas fazem este tipo de serviço terceirizado, ou é aconselhável que se contrate um jardineiro. Semanalmente é necessário fazer a poda de folhagens e gramado, adubar constantemente, regar tomando o cuidado com a quantidade de água necessária a cada uma das espécies, observar se a planta está gostando daquele tipo de solo da quantidade de água e da insolação. Dessa maneira, evita que as pequeninas sofram e tenham uma vida longa, dando alegria e ótimos frutos para quem conviver no local.




Foto: meganne_soh/everystockphoto
 
Siga-nos no Instagram
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas