Em Breve! Canal de Vídeos
 


Divertidos e educativos

Os brinquedos não só divertem como ensinam seu filho desde cedo

Demorou até que você topasse comprar aquele brinquedo que o pequeno tanto queria. Depois de decidir fazer a vontade da criança, vocês vão e compram o item de desejo daquele mês. E ele não cansa: brinca, brinca, e brinca de novo. Mas não fique assustada com isso, deixe seu filho se divertir, pois ao mesmo tempo ele está aprendendo, independente da idade, já que mesmo os bebezinhos podem ser estimulados através de sons, cores e objetos que aguçam os sentidos. “Para os mais pequeninos, um brinquedo que instigue o tato, apresenta elementos atrativos para ser agarrado. Já aquele que estimula a visão, usa movimentos e luzes, ambos visando ensinar de forma ativa a ação específica”, sugere Ari Dican, diretor de marketing da marca de brinquedos Dican.

Aguçando o raciocínio
Os brinquedos de montar além de divertirem demais, também fazem com que o pequeno tenha que pensar para jogar. A famosa “caixa mágica”, em que é preciso acertar as formas de madeira em seus respectivos buracos, faz com que a criança pense nas formas, e até promove a atitude de tentativa e erro. O mesmo acontece com brinquedos como quebra-cabeça, jogo da memória e lego. “O melhor dos brinquedos é que eles fazem a criança usar o cérebro sem perceber que o está desenvolvendo”, explica a professora da educação infantil, Priscilla Gehre.

E não para por aí...
Outro ponto importante é que os brinquedos podem ajudar nos movimentos da criança, em sua coordenação motora. A criatividade é um aspecto importante também: ao brincar com bonecas, carrinhos, de professor, de casinha, os pequenos criam uma história e se colocam em outros papeis. Pelúcias podem virar alunos da escola, bonecas são clientes de uma loja e até giz de cera pode virar um delicioso banquete. Dessa forma, elas podem montar algo completamente novo, fruto da criatividade. “Isto é natural, já que as crianças têm uma inspiração lúdica muito presente no dia-a-dia. Um boneco que seja atrativo para a criança, é um companheiro e pode servir de ‘pretexto’ para os pais ensinarem lições e condutas relacionadas ao amigo”, conta Dican.

Foto: weheartit.com / Divulgação 

 
Siga-nos no Instagram
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas