Em Breve! Canal de Vídeos
 


Pura carência

Algumas atitudes podem transformar a tristeza do bichinho em alegria, isto porque muitas vezes a única coisa que ele precisa é mais da sua atenção

Na ida até a cozinha o pequeno vai atrás, na caminhada até a área de serviço também. Depois chega a vez de levar os lençois até o quarto e lá está o bichinho aos seus pés. Na hora de sentar no sofá não dá outra: logo ele vem se aninhar no seu colo. Antes de se incomodar com a mudança de humor do pet, tente entender o animalzinho e verificar se ele apresenta algum aspecto de carência, o que significa a pura falta de seu dono. “Os cães se adaptam facilmente a rotina dos seres humanos, mas é preciso dar bastante atenção aos pets, para que não sofram nenhum tipo de problema físico ou mental. Então, jogar bola, dar uma voltinha pelo quarteirão, pegar no colo enquanto assiste televisão, brincar, deixá-lo dormir no quarto ou apenas conversar podem ser boas opções. Interaja, de forma que ele saiba que no dia seguinte valerá a pena te esperar novamente!”, indica Glaucia Lombardi, fundadora e idealizadora do Projeto Cão Sem Fome.

Estas pequenas atitudes podem resolver o problema de carência do bichinho e trarão mais momentos prazerosos para os dois. Chegar em casa e sentir aquela alegria é sempre bom e revigorante, por isto, vale a pena fazer a alegria do pequeno com gestos simples. “Eles enchem a casa de alegria e não há nada mais rejuvenescedor e relaxante do que vê-lo te esperar na maior felicidade, mesmo depois de você tê-lo deixado sozinho o dia todo”, opina Lombardi.

Foto: weheartit.com
 
Siga-nos no Instagram
PUBLICIDADE

Matérias Relacionadas