Amamentação: mais que proteção, um vínculo com seu bebê

A importância deste ato vai muito além dos benefícios que traz ao bebê e a mãe, trata-se de um processo que criará laços afetivos entre os dois

Com o nascimento de uma criança, a responsabilidade dobra. Afinal, mamãe e papai devem manter todos os cuidados para que este novo ser cresça com saúde e muito feliz. E nos primeiros meses de vida, a mãe é o principal vínculo da criança, principalmente em relação ao leite materno, que vem acompanhado de uma lista de contribuições para a proteção e desenvolvimento do bebê. Além disso, durante a amamentação a mãe supre suas necessidades emocionais e diminui sua ansiedade, assim como seu filho, formando um vínculo maior entre ambos.

O leite que a mulher produz possui nutrientes, proteínas, vitaminas e anticorpos, componentes imunológicos para a proteção do bebê. De acordo com a Sociedade de Pediatria de São Paulo, esse alimento protege a criança contra alguns tipos de câncer, doenças alérgicas, respiratórias, digestivas, crônicas, obesidade, desnutrição, meningites, sarampo, entre outros itens problemáticos. “A amamentação é importante para o bebê por vários aspectos: nutrição adequada, proteção contra infecções, modulação da resposta imune, fortalecimento do vínculo mãe-filho, contribuição para o desenvolvimento da criança e redução da mortalidade infantil”, diz Virgínia Spínola

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *